Nostalgia: ‘Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs’

Ontem, em sua casa, o Boston Celtics venceu os Los Angeles Lakers por humilhantes 131 a 92 e fechou em 4 a 2 a série de jogos da final da NBA.

A rivalidade entre os dois times é bem conhecida pelos fãs de basquete: são 11 finalíssimas (contando a de 1959, quando os Celtics venceram por 4 a 0 a série contra os então Minneapolis Lakers), com nove títulos para o time de Massachusetts. As duas únicas vitórias dos Lakers foram nos anos 80.

E daí?

Daí que a volta desse clássico depois de 11 anos – a última disputa foi em 1987, com vitória dos Lakers por 4 a 2 – lembrou-me de um dos melhores games de basquete da história: Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs.

A rivalidade era tão marcante que foi parar no título do jogo, ainda que a última finalíssima entre os dois times tivesse sido em 1987. (O campeão de 1987–88, 1988–89 e 1989–90 foi o Detroit Pistons.)

A primeira versão do jogo saiu para DOS, em 1989. Tinha gráficos simples, com poucas cores. A tela não fazia scroll lateral na quadra toda, acompanhando a bola – as câmeras eram fixas em cada metade da quadra.

Mas era um bom game, com vários detalhes que chamavam a atenção à época. Um dos primeiros títulos licenciados pela NBA, tinha oito equipes da temporada 1988–89, mais os All-Stars de cada conferência, tudo com jogadores reais e algumas de suas jogadas mais famosas, como certas enterradas de jogadores como Michael Jordan e Charles Barkley.

A versão para Mega foi um dos primeiros jogos que adquiri para o console, em uma versão “alternativa” – um cartucho com três jogos (os outros dois eram World Cup Soccer e Super Volleyball).

Contava com oito equipes dos playoffs de 1989–90 (mais os All-Stars) e gráficos e sons bem melhores, incluindo uma trilha sonora que jamais esqueci. Tinha animações detalhadas – inclusive para o técnico, que do banco esbravejava, pulava de alegria, batia palmas – e boa jogabilidade.

Algo não muito agradável era a obrigatoriedade de jogar quatro quartos de 12 minutos cada no modo de torneio, ou seja, a duração de uma partida real! Jogar na defesa também exigia certa paciência, pois selecionar o jogador mais próximo da bola não era muito fácil.

Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs foi o primeiro predecessor da famosa série NBA Live e um dos primeiros games de esporte de sucesso da Electronic Arts. Esse e outros títulos (como os das linhas NHL Hockey, Madden NFL e PGA Tour) fizeram da empresa um nome forte em esportes, o que levou à criação da EA Sports. Há quem diga que parte do êxito do console de 16 bits da Sega – pelo menos nos EUA, onde recebeu o nome de Genesis – deve-se aos games de esporte da EA.

As duas versões (DOS e Mega Drive) podem ser facilmente encontradas para download (é só usar o Google).

Tela de apresentação da versão para DOS, com James Worthy, 42 dos Lakers
Tela de apresentação da versão para DOS, com James Worthy, 42 dos Lakers
Apesar do título, o Celtics não é o primeiro time listado na conferência leste – provavelmente porque as finalíssimas de 1987–88 e 1988–89 foram entre os Lakers e os Pistons
Apesar do título, o Celtics não é o primeiro time listado na conferência leste – provavelmente porque as finalíssimas de 1987–88 e 1988–89 foram entre os Lakers e os Pistons
Estatísticas aparecem em tela dividida
Estatísticas aparecem em tela dividida
Único momento em que a câmera mostra o centro da quadra; logo após um dos times pegar a bola, a tela repentinamente muda e mostra apenas metade
Único momento em que a câmera mostra o centro da quadra; logo após um dos times pegar a bola, a tela repentinamente muda e mostra apenas metade
Michael Jordan enterra para os Bulls; o uniforme preto indica o jogador controlado
Michael Jordan enterra para os Bulls; o uniforme preto indica o jogador controlado
John Stockton (12 do Utah Jazz) loiro! Note como o placar se move lateralmente
John Stockton (12 do Utah Jazz) loiro! Note como o placar se move lateralmente
Kareem Abdul-Jabbar (33 dos Lakers) e seu famoso e quase indefensável skyhook; o lendário pivô abandonou as quadras após 1988–89 e por isso não aparece na versão para Mega Drive
Kareem Abdul-Jabbar (33 dos Lakers) e seu famoso e quase indefensável skyhook; o lendário pivô abandonou as quadras após 1988–89 e por isso não aparece na versão para Mega Drive
No intervalo, resultados de outros jogos da rodada
No intervalo, resultados de outros jogos da rodada
Logo antigo da Electronic Arts
Logo antigo da Electronic Arts
Tela de apresentação da versão para Mega Drive
Tela de apresentação da versão para Mega Drive
Times diferentes dos da versão para DOS
Times diferentes dos da versão para DOS
Escalação é apresentada antes de cada partida
Escalação é apresentada antes de cada partida
Times All-Stars tinham jogadores exclusivos, como os pivôs Pat Ewing (então no New York Knicks) e Hakeem Olajuwon (no Houston Rockets)
Times All-Stars tinham jogadores exclusivos, como os pivôs Pat Ewing (então no New York Knicks) e Hakeem Olajuwon (no Houston Rockets)
Tela de estatísticas mostrava apenas um time por vez
Tela de estatísticas mostrava apenas um time por vez
Larry Bird (33 dos Celtics) enterra; ao fundo, treinador olha a jogada; ao lado, cheerleaders e fotógrafos
Larry Bird (33 dos Celtics) enterra; ao fundo, treinador olha a jogada; ao lado, cheerleaders e fotógrafos
Tom Chambers (24 do Phoenix Suns) no meio de sua enterrada maluca, que se inicia quase na linha de lance livre
Tom Chambers (24 do Phoenix Suns) no meio de sua enterrada maluca, que se inicia quase na linha de lance livre
Durante o intervalo, os apresentadores da EASN (Electronic Arts Sports Network) apresentam lance de outro jogo
Durante o intervalo, os apresentadores da EASN (Electronic Arts Sports Network) apresentam lance de outro jogo
Visão central da quadra; os tênis pretos indicam o jogador controlado
Visão central da quadra; os tênis pretos indicam o jogador controlado
Marcação de faltas conta com voz digitalizada
Marcação de faltas conta com voz digitalizada
Placar final de jogo com quatro quartos de dois minutos
Placar final de jogo com quatro quartos de dois minutos

The latest